Quinta-feira, 07 de novembro de 2019

Serviço Geológico do Brasil registra o primeiro certificado de propriedade industrial pelo NIT

 A coordenadora do NIT Luciana Felício e o geólogo  Elias Martins Guerra, criador da RockPlot, apresentam o certificado de Propriedade Tecnológica e Industrial O Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) do Serviço Geológico do Brasil acaba de homologar o primeiro certificado de Registro de Propriedade Tecnológica e Industrial. O produto é a criação do pesquisador do Centro de Desenvolvimento Tecnológico (CEDES), Elias Martins Guerra Prado, o RockPlot, um aplicativo que leva soluções para os estudos em petrologia ígnea.

O aplicativo RockPlot (o nome foi criado a partir da palavra em inglês plotter), inova ao disponibilizar na internet ferramentas que auxiliam estudos e pesquisas em petrologia ígnea. O RockPlot está disponível em versão beta desde abril deste ano. Desenvolvido com interface amigável, RockPlot agiliza o tratamento estatístico de análises químicas de rocha total e facilita a confecção de diagramas utilizados nos estudos de petrologia ígnea. A plataforma já tem mais de 100 usuários conectados, com acessos no Brasil, Alemanha e Austrália.

 Elias Martins Guerra, criador da RockPlot Para a coordenadora do NIT, Luciana Felício, este processo abrirá portas para os demais projetos no âmbito da CPRM, além de garantir a segurança dos seus autores. “Essa proteção de invenções e inovações se dá por meio de leis específicas. Corresponde aos direitos relacionados aos trabalhos artísticos, literários, científicos e até mesmo invenções, descobertas científicas e modelos industriais, publicitários e de serviço. E o NIT vai trabalhar para fazer essa ponte, identificando na empresa quais inovações precisam ser registradas e protegidas visando garantir aos autores a propriedade intelectual”, comenta a coordenadora.

Sobre a certificação, a primeira no âmbito do Serviço Geológico do Brasil, Luciana afirma os benefícios para o empregado. “O certificado dá garantia à propriedade, protegendo contra possíveis plágios. O NIT trabalha para estabelecer conexões entre o conhecimento geocientífico e o mercado, já que viabiliza a comercialização do conhecimento”, enfatizou.

A petrologia é a área das geociências que estuda as rochas, sua ocorrência, composição, origem e evolução. O estudo das rochas magmáticas ou ígneas, isto é, das rochas geradas pelo resfriamento e solidificação do magma ou lava, é chamado de petrologia ígnea. O estudo das rochas ígneas é de extrema importância para a compreensão dos processos geológicos. As características químicas e mineralógicas destas rochas são geralmente exclusivas de ambientes tectônicos específicos, permitindo reconstruções tectônicas. O estudo dos minerais e da composição química destas rochas fornece informações sobre a composição do manto, camada da estrutura da Terra que se estende desde cerca de 30 km de profundidade até aos 2900 km abaixo da superfície, onde o magma que origina algumas rochas ígneas e os fluidos que transportam metais preciosos são extraídos. Além disso, depósitos minerais importantes são hospedados por rochas ígneas, como depósitos de cromo, platina, níquel, tungstênio, estanho e uranio.

Atualmente, as ferramentas disponíveis no mercado para o estudo de rochas ígneas são limitadas. A maioria dos softwares disponíveis são desenvolvidos com tecnologias antigas, e não incorporam métodos modernos para o tratamento de dados. O RockPlot foi projetado para ser utilizado por meio da internet. Desenvolvido utilizando tecnologias modernas de programação, o aplicativo pode ser utilizado em qualquer sistema operacional e dispensa sua instalação no computador do usuário. A versão atual conta com rotinas que automatizam o pré-processamento dos dados e o cálculo de variáveis estatísticas. No aplicativo também já é possível confeccionar os diagramas mais utilizadas nos estudos de petrologia ígnea.

“O aplicativo auxiliará os pesquisadores nos estudos de petrologia, facilitando o processamento e análise dos dados. Todos os projetos de mapeamento geológico do Serviço Geológico do Brasil coletam dados geoquímicos de rocha para realizar estudos de petrologia ígnea. O RockPlot foi criado com intuito de tornar o tratamento e a análise destes dados mais simples e amigável”, afirma Elias Martins Guerra Prado. Além dos pesquisadores, as universidades também são beneficiadas com a ferramenta.

Pretende-se ainda inserir no RockPlot, que está em constante desenvolvimento, recursos para análise estatística espacial e visualização de dados em mapas. Bem como algoritmos de aprendizado de máquina.

NIT- Em 2017, o Serviço Geológico do Brasil constituiu-se como uma ICT, Instituição de Ciência, Tecnologia e Inovação. Neste contexto, conforme previsto na legislação, o NIT, integrante da estrutura de uma ICT, fica responsável pela gestão a política de inovação, bem como pela divulgação da Lei de Inovação e de fundos de financiamento de projeto inovadores. O NIT é responsável também por identificar atividades inovadoras existentes na empresa, fazer a proteção da Propriedade Intelectual e incentivar o desenvolvimento de novos projetos inovadores.

O aplicativo está em inglês e conta com diversos tutoriais. Acesse rockplot.herokuapp.com e faça o seu cadastro.

Clique aqui e acesse o PDF do certificado



Letícia Peixoto
Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
asscomdf@cprm.gov.br
leticia.peixoto@cprm.gov.br
(61) 2108-8400

  • Imprimir