Quarta-feira, 07 de março de 2018

Serviço Geológico do Brasil divulga informe técnico sobre estratigrafia em Santa Maria

 Visão geral do afloramento Arenito Sarandi (Passo das Tropas superior)

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) divulgou em janeiro informe técnico da DGM N° 12 intitulado “Uma nova hipótese de empilhamento para a Formação Santa Maria (Triássico) na região de Santa Maria (RS)” (KISCHLAT, 2018). O informe apresenta uma nova proposta estratigráfica para região da cidade de Santa Maria. O pesquisador em geociências da Divisão de Bioestratigrafia, paleontologia e sedimentologia (DIPALE) da CPRM, Dr. Edio-Ernst Kischlat, apresenta uma interpretação atualizada baseada em estudos contraditórios de diversos pesquisadores chegando a uma hipótese alternativa de empilhamento estratigráfico.

“O estudo aprofundou a análise das informações chegando a um consenso que permitiu a elaboração de um novo modelo explicativo que consegue incluir todas as interpretações aparentemente contraditórias” explicou Edio-Ernst Kischlat, “A região de Santa Maria é mundialmente conhecida pelos seus fósseis do período Triássico onde são encontrados os ancestrais de mamíferos (cinodontes e dicinodontes) e dos primeiros dinossauros conhecidos, sendo uma importante província fossilífera brasileira.

 Pesquisador em Geociências da CPRM, Edio-Ernst Kischlat, em Santa Maria Acesse aqui o informe: Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
asscomdf@cprm.gov.br
(61) 2108-8400

© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.