Terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Museu de Ciências da Terra comemora 114 anos e discute Plano Museológico

Administrado pelo Serviço Geológico do Brasil, Museu de Ciências da Terra completa 114 anos
Pelo Estatuto de Museus, existente desde 2009, todo museu brasileiro deve estabelecer seu plano museológico com revisão a cada cinco anos. No Programa de Revitalização do Museu de Ciências da Terra (MCTer) do Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM), para além das obras físicas, destacam-se também as ações de planejamento estratégico setorial e é aí que se insere o Plano Museológico. A revisão acontece em meio à comemoração dos 114 anos do acervo, celebrado no último dia 10 de janeiro, consolidado como um dos mais ricos da América Latina.

O MCTer está situado no bairro da Urca, a poucos metros do Pão de Açúcar, importante corredor cultural e turístico da cidade do Rio de Janeiro, em um imponente prédio de estilo neoclássico tardio tombado. Com gestão administrativa e operacional sob responsabilidade do SGB-CPRM, o local está fechado para obras. Diretor-presidente da instituição, Esteves Colnago enfatiza que a atualização do Plano Museológico é uma das importantes ações que integram a revitalização, um projeto grandioso que conta com o apoio do Ministério de Minas e Energia.

“O Museu de Ciências da Terra, que se encontra sob a responsabilidade do Serviço Geológico do Brasil, vem passando por um amplo e ambicioso processo de revitalização, incluindo a formação de pessoal especializado. Há uma preocupação expressiva de toda a Diretoria Executiva, do nosso Conselho de Administração e também do Ministério de Minas e Energia, por meio da Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral, que estão buscando soluções para recuperar a estrutura em virtude da importância do equipamento que possui um valioso acervo, um dos mais ricos da América Latina", diz o diretor-presidente do SGB-CPRM.

 
Situado no bairro da Urca, no Rio de Janeiro, o MCTer fica em um imponente prédio de estilo neoclássico centenário. O acervo está fechado para revitalização
Abrangendo doze programas, o Plano Museológico do MCTer será elaborado e amplamente discutido com a equipe técnica interna e posteriormente validado, visto que o documento será o guia para a elaboração dos diversos projetos de cada um dos programas e que deverá nortear as ações dos próximos cinco anos. Com a elaboração do Plano e a efetiva implementação, quando as obras de recuperação forem concluídas, o Museu terá condições de apresentar não somente áreas expositivas, laboratórios de pesquisa e reserva técnica, como, também, as políticas referentes ao acervo, a mediação e atendimento ao público, a disseminação do conhecimento científico, além uma estrutura condizente com suas funções e responsabilidades.

Nos 114 anos do MCTer, uma das atividades comemorativas é a inclusão de uma página com o TOP 10 da Paleontologia do acervo do MCTer no site do Programa SGBeduca, consolidando a parceria entre as duas áreas do Serviço Geológico do Brasil. O conteúdo pode ser acessado por meio do link http://sgbeduca.cprm.gov.br/mcter_destaque.html

Museu centenário
A criação do Museu de Ciências da Terra ocorreu em 1907. Considerado um dos mais ricos da América Latina, o acervo do local é constituído por coleções de minerais, meteoritos, rochas, fósseis e documentos únicos relacionados à memória geológica. São mais de 10 mil amostras de minerais (brasileiros e estrangeiros) e de meteoritos, além de 12 mil rochas e 35 mil fósseis catalogados.

A biblioteca do MCTer dispõe de aproximadamente 100 mil volumes de publicações relacionadas à área de geociências. No local há, ainda, uma biblioteca infantil para o desenvolvimento de oficinas e atividades educativas e culturais.

As atividades presenciais no MCTer estão suspensas devido à revitalização, no entanto o público pode acompanhar a programação on-line por meio das páginas no Facebook e Instagram. Outras informações sobre o Museu, como a história completa do local, estão disponíveis no site do MCTer).


Lucas Alcântara com a colaboração de Célia Corsino
Assessoria de Comunicação - Asscom
Serviço Geológico do Brasil - SGB-CPRM
asscom@cprm.gov.br
lucas.estevao@cprm.gov.br

  • Imprimir