Quinta-feira, 18 de maio de 2017

Governo incentiva criação de geoparques no país

 Encontro discutiu parceria  para incentivar a criação de novos geoparques  no país  que podem impulsionar o desenvolvimento sustentável  regional O diretor-presidente do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Eduardo Ledsham e o secretário de Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente, José Pedro de Oliveira Costa, se reuniram nesta terça-feira (16/5), em Brasília, para tratar de parceria para alavancar a criação de geoparques no país. A iniciativa visa contribuir para fomentar o geoturismo regional e incentivar a construção de uma visão integrada entre meio ambiente, geologia e sociedade.

Durante a reunião foi definida a institucionalização, por meio de portaria interministerial, do Fórum Brasileiro de Geoparques que reunirá, além de representantes do governo, universidades e entidades envolvidas com a temática. “Esta é uma reunião histórica porque é a primeira vez que nos aproximamos de uma instituição que produz conhecimento sobre as ciências da terra, disse o secretário de Biodiversidade”, destacando a importância do estudo realizado pela CPRM que apresenta 16 propostas de geoparques espalhadas de norte a sul do País e a convergência desse instrumento com a agenda de conservação da biodiversidade.

“É um momento oportuno para trabalharmos em parceria para viabilizar a criação de geoparques no Brasil, pois além de preservarmos um patrimônio geológico, a iniciativa pode ser um vetor de desenvolvimento da economia regional, contribuindo para geração de empregos e novas oportunidades de renda para a população”, afirmou o diretor-presidente da CPRM.

A Reunião contou com a participação do diretor de Relações Institucionais da CPRM, Esteves Colnago, do assessor da Presidência Carlos Schobbenhaus, além dos assessores do MMA Fernando Antônio Lyrio Silva e Moara Menta Giasson.

O que é um Geoparque - é uma marca atribuída à Rede Global de Geoparques da Unesco (Unesco Global Geoparks Network), onde sítios do patrimônio geológico representam parte de um conceito holístico de proteção, educação e desenvolvimento sustentável. Um geoparque deve gerar atividade econômica, notadamente através do geoturismo, e envolve um número de sítios geológicos de importância científica, raridade ou beleza, incluindo formas de relevo e suas paisagens. Aspectos arqueológicos, ecológicos, históricos ou culturais podem representar importantes componentes de um geoparque. Atualmente, são 127 geoparques ligados à rede global, distribuídos em 35 países. No Brasil, até o momento, apenas o Geoparque Araripe é reconhecido pela Unesco. Um geoparque não é uma unidade de conservação, nem é uma nova categoria de área protegida.

Clique aqui e saiba mais.

Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
asscomdf@cprm.gov.br
(61) 2108-8400

© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.