Quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Folha Pau dos Ferros do Mapa de potencialidade para rochas ornamentais destaca potencial mineral no RN

Folha Pau dos Ferros Entre os dias 11 a 15 de novembro está sendo realizado em Sergipe o 28° Simpósio de Geologia do Nordeste e o 4° Simpósio sobre o Cráton do São Francisco. O tema deste ano é a discussão de estratégias para desenvolver de forma sustentável o setor de geologia e mineração nos estados do Nordeste.

Outro trabalho que teve amplo destaque no simpósio mostrou a potencialidade para extração de rochas ornamentais na Folha Pau dos Ferros. Localizada na região do alto oeste do estado do Rio Grande do Norte, o município Pau dos Ferros está a 400km de Natal. A região apresenta boa infraestrutura de vias de acesso para escoamento do minério.

Segundo a pesquisadora em Geociências Ludmila Pereira executora do projeto, a região foi escolhida por ter grande potencial mineral que ainda não é explorado. “Queremos mostrar que a região tem potencialidade para desenvolver a exploração mineral e assim fomentar o crescimento econômico da região, destaca Ludmila Pereira.

A partir do mapa de potencialidades de rochas ornamentais do estado do Rio Grande do Norte, foram delimitadas seis áreas potenciais para a folha Pau dos Ferros. Na região foram encontrados granitos tipo exportação, especialmente quartzitos tipo Abrolhos Green, granitos homogêneos avermelhados tipo Vermelho Ventura e Rosa Iracema e granito movimentado tipo Cinza Kinawa.

 Granito movimentado Cinza Kinawa tipo exportação identificado no município de Pau dos Ferros no Rio Grande do Norte. Veja algumas áreas potenciais delimitadas:

Área 2: Potencial para granitos homogêneos tipo Vermelho Ventura e Rosa Iracema). (ver foto).

Área 3: Potencial para granitos movimentados tipo Vermelho Grampola e Grey symphony.

Área 4- Potencial para granitos homogêneos preto tipo São Marcos e São Gabriel.

Área 6- Potencial para granitos homogêneos cinza claro a branco do tipo branco elite.

Área 7- Potencial para granitos movimentados tipo cinza preto.

Área 10- Potencial Granitos movimentados do tipo Cacatua Bahia.

Essas rochas foram classificadas de acordo com o índice de atratividade econômico-geológico (IAEG), que faz o ranqueamento das rochas atribuindo a nota para auxiliar o empreendedor na busca por novos produtos. As rochas foram bem avaliadas indicando potencial para exportação. “Este trabalho despertou o município que é carente para a pesquisa e desenvolvimento local. A CPRM mostrou aos municípios um novo caminho para geração de emprego e renda, podendo ser realizado em outras áreas que não tem a tradição de exploração em rochas ornamentais. O mapa de potencialidade do estado do Rio Grande do Norte de forma simplificada é pioneiro em sua simplicidade”, comentou a pesquisadora.

 Pesquisadora Ludmila apresenta a Folha Pau dos Ferros no Simpósio de Geologia do Nordeste
Acesse o mapa clicando aquii

Clique aqui para ver a apresentação da pesquisadora Ludmila Pereira

Clique aqui para acessar a galeria de fotos


Letícia Peixoto
Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil (CPRM)
leticia.peixoto@cprm.gov.br
(61) 2108 8400

  • Imprimir