Quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Diretor do Serviço Geológico dos Estados Unidos ministra palestra sobre Recursos Hídricos no Seminário Internacional de Hidrogeologia

Willian Cunningham, diretor do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), durante apresentação Um dos destaques do primeiro dia (10/9) do Seminário Internacional de Hidrogeologia e Cartografia Hidrogeológica foi a palestra ministrada pelo diretor do Serviço Geológico dos Estados Unidos, Willian Cunningham, que teve o objetivo de debater o gerenciamento sustentável da água. O também conselheiro sênior de Ciências do USGS falou sobre monitoramento e modelagem de recursos hídricos desenvolvidos pela instituição, referência em Geociências no mundo.

Cunningham apresentou a Rede Nacional de Monitoramento de Águas Subterrâneas do USGS. Ele explicou ainda de que forma a legislação estadunidense regula o monitoramento dos Recursos Hídricos no país e como é a atuação do Serviço Geológico Norte-Americano no monitoramento de águas subterrâneas e de aquíferos. “Possuímos escritórios em todos os estados do país que possuem procedimentos técnicos e padrões de coletagem e análise da água que garantem sua qualidade. Além disso, a rede de monitoramento do USGS inclui todos os tipos de aquíferos”, ressaltou.

Em seguida, o diretor falou sobre a Modelagem Integrada de Recursos Hídricos realizada pelo USGS, destacando a importância de sistemas de modelagem integrados de escala nacional e também em âmbito regional para a resolução de problemas de uso da água. “Grande parte do nosso trabalho de investigação atual está dedicado em melhorar a informação, de forma a compilar mais dados, com mais qualidade e mais rapidamente, fazendo usos de novas tecnologias como drones e realizando estudos aéreos”, concluiu.

Frederico Peixinho, chefe do Departamento de Hidrologia da CPRM, abordou em sua apresentação a história da CPRM
O chefe do Departamento de Hidrologia (DEHID) da CPRM, Frederico Peixinho, ministrou uma palestra abordando a história da empresa na investigação dos Recursos Hídricos. Peixinho falou da criação da Companhia, em 1969, e detalhou toda a trajetória da instituição ao longo dos anos, com foco nos projetos desenvolvidos e implementados. A medição dos níveis dos rios e os alertas de cheias, assim como a expansão da Rede Hidrometeorológica Nacional (RHN) foram citados por ele.

Peixinho abordou ainda sobre o modelo descentralizado e participativo de gestão de recursos hídricos utilizado pela CPRM e sobre a ampliação de cooperações técnicas. Ao final da palestra, o chefe do DEHID enalteceu o Seminário Internacional de Hidrogeologia e Cartografia Hidrogeológica, ressaltando o objetivo de ampliação das atuações internacionais da CPRM: “Este seminário é emblemático para que todos os Serviços Geológicos possam trabalhar juntos, de forma integrada para minimizar os problemas de conflito de uso da água nas bacias transfronteiriças”, concluiu.

Também foi pauta do evento os levantamentos hidrogeológicos da CPRM. O chefe da Divisão de Hidrogeologia e Exploração (DIHEXP), João Diniz, apresentou a estrutura da Divisão e os projetos desenvolvidos. Diniz explicou o funcionamento, as ações e os resultados do SIAGAS (Sistema de Águas Subterrâneas) e da RIMAS (Rede Integrada de Monitoramento de Águas Subterrâneas). Por fim, abordou ainda o trabalho de Cartografia Hidrogeológica e os Estudos e Pesquisas desenvolvidas pela CPRM.

Jorge Luis Blázquez, engenheiro hidrólogo do INRH em apresentação Finalizando o primeiro dia de Seminário, os Serviços Geológicos da Guatemala, Cuba e República Dominicana apresentaram as atividades desenvolvidas no que diz respeito ao conhecimento hidrogeológico nos países. Os engenheiros hidrólogos do Instituto Nacional de Recursos Hidráulicos (INRH) de Cuba, Jorge Luis Blázquez e Manuel Dias abordaram os principais aspectos envolvidos na construção de mapas hidrogeológicos no país, bem como as fases para a elaboração destes materiais cartográficos.

Por parte da Guatemala, o engenheiro do Serviço Geológico Nacional da República Dominicana (SGN), Samuel Gonzalez, apresentou os estudos e mapas disponíveis do país. Na palestra, ele ressaltou que os mapas hidrogeológicos fornecem informações à população sobre os detalhes técnico-científicos dos recursos hidrogeológicos. O objetivo é que estas informações possam ser utilizadas para o planejamento do desenvolvimento urbano e rural de forma sustentável e responsável.


Lorena Amaro
Pedro Henrique Santos
Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
lorena.costa@cprm.gov.br
pedro.pereira@cprm.gov.br
(21) 2295-4641
  • Imprimir