Terça-feira, 28 de setembro de 2010

Congresso Brasileiro de Geologia Debate Desenvolvimento e Mudanças Globais

Com 218 profissionais, o Serviço Geológico do Brasil participa do 45º Congresso Brasileiro de Geologia, que está ocorrendo no Centro de Convenções Hangar, em Belém, Pará. O Congresso, que nesta edição tem como tema central “Desenvolvimento e mudanças globais: a importância das Geociências” reúne mais de 1.900 inscritos, que durante os dias 26 de setembro a 1º de outubro têm a oportunidade de acompanhar conferências, mesas redondas, simpósios, apresentações orais e sessões pôsteres, abordando os mais diversos temas das Geociências. O evento também possibilita aos congressistas conhecerem projetos desenvolvidos por técnicos de dezenas de instituições públicas e privadas, além de acompanhar as novidades da área de Geociências na exposição que ocorre simultaneamente ao congresso.

 Agamenon Dantas durante a abertura falou dos avanços da CPRM nos últimos anos   A geóloga da CPRM, Lúcia Travassos, presidente da Comissão Organizadora do 45º CBG Durante a abertura do evento, dia 26, o diretor-presidente da CPRM, Agamenon Dantas, destacou o crescimento do congresso e a participação da CPRM, que neste ano trouxe uma grande delegação de técnicos, com trabalhos abrangendo todas as áreas de atuação da empresa. Dantas lembrou os avanços conquistados pela CPRM, que possibilitaram à instituição tornar-se de fato o Serviço Geológico do Brasil, o que confere um papel de maior inserção na sociedade brasileira. Dantas destacou que hoje a CPRM adquiriu uma grande visibilidade com a sua presença em áreas estratégicas, principalmente após ser contemplada com projetos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O PAC é um programa que tem ações estruturantes para o desenvolvimento do país e a CPRM, ao ser inserida no programa, consolida-se também como uma empresa de projetos de infraestrutura. “Somos a única empresa de pesquisa que tem projetos no PAC”, disse Dantas.

Na segunda-feira, 27, no primeiro dia de trabalhos no congresso, o diretor de Geologia e Recursos Minerais da CPRM, Manoel Barretto, coordenou a mesa redonda: “Políticas públicas para a Geologia e a mineração (minerais estratégicos, urânio e agrominerais). Participaram como palestrantes e debatedores, o secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia (SGM-MME), Claudio Scliar; a geóloga da CPRM, Maísa Abram; o representante das Indústrias Nucleares do Brasil (INB), Otto Bittencourt Netto; e o representante da empresa Galvani, Rodolfo Galvani Jr.

 Manoel Barretto coordena mesa redonda durante o Congresso  Agamenon Dantas foi um dos debatedores do tema sobre o novo marco regulatório na mineração Na terça-feira, 28, o diretor-presidente da CPRM, Agamenon Dantas, participou como debatedor, na mesa redonda sobre o “Novo marco regulatório da mineração”. A coordenação ficou a cargo do geólogo Telton Corrêa, da SGM-MME. Os demais debatedores foram: Marcelo Tunes, representando o Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), Miguel Nery, diretor-geral do DNPM, Sérgio Aquino, do Sindicato dos Garimpeiros do Oeste do Pará (Simioespa); e Eduardo Salamuni, da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Geologia e Mineração (Abemin) e da Minerações do Paraná (Mineropar).

 

Ao final das atividades do dia 28, a CPRM fez o lançamento de duas obras: O primeiro livro, em parceria com a Sigep, sobre os “Sítios Geológicos e Paleontológicos do Brasil – Volume II, dos editores: Manfredo Wing, Carlos Schobbenhaus, Célia Souza, Antonio Fernandes, Mylène Berbert-Born, Emanuel Queiróz e Diógenes Campos.

O segundo lançamento foi o livro “Modelos de Depósitos de Cobre do Brasil e sua resposta ao intemperismo”. Os editores são: Reinaldo Brito, Maria da Glória da Silva e Raul Kuyumjian. "Este é o primeiro livro que a CPRM lança sobre as províncias minerais de cobre do país", comemorou o diretor de Geologia e Recursos Minerais da CPRM, Manoel Barretto. Segundo Barretto, esta é a primeira de uma série de estudos que a CPRM pretende lançar sobre os grandes depósitos de recursos minerais do Brasil. Barretto também fez, durante o lançamento, uma homenagem ao professor Hardy Jost, responsável por todo o trabalho de editoração da obra. 

 Lançamento do livro “Sítios Geológicos e Paleontológicos do Brasil – Volume II  Lançamento da obra “Modelos de Depósitos de Cobre do Brasil e sua resposta ao intemperismo”

 

© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.