Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

CPRM e Unipampa discutem parceria para construção de litoteca em Caçapava do Sul

 Reunião entre a CPRM e a Unipampa sobre litoteca em Caçapava do Sul Representantes do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) reuniram-se nesta segunda-feira, dia 19/02, para discutir proposta de parceria entra as instituições para viabilizar a construção da Litoteca Regional de Caçapava do Sul no campus da universidade em Caçapava do Sul. Estiveram presentes na reunião realizada na Superintendência Regional da CPRM de Porto Alegre, o reitor da Unipampa, Marco Antonio Fontoura Hansen; o diretor de Geologia e Mineração da CPRM, José Leonardo Andriotti; o superintendente regional da CPRM de Porto Alegre, Aícaro Ferrari; o coordenador da Rede de Litotecas da CPRM, Jonathan Rojas e a gerente de Relações Institucionais e Desenvolvimento da CPRM de Porto Alegre, Ana Claudia Viero. Foi definida a assinatura de um termo de cooperação técnica para formalizar a intenção das instituições para alavancar o projeto.

A construção da Litoteca servirá para abrigar o acervo de materiais geológicos coletados pelos projetos executados pela Superintendência Regional de Porto Alegre nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, constituído por 53.000 caixas de testemunhos de sondagem, resultado da execução de projetos de pesquisa para carvão mineral nas décadas de 70 e 80, cerca de 20.000 amostras de rocha e 21.000 alíquotas geoquímicas.

O projeto executivo previa a construção de 2 mil m² de área, originalmente em um imóvel pertencente a própria empresa mas que não permite a expansão da Litoteca, o que seria possível com a sua implantação em área pertencente à Unipampa.
Atualmente, o acervo está armazenado em prédio alugado em Caçapava do Sul. No final de 2013, a construção de nova Litoteca em terreno da CPRM em Caçapava do Sul foi licitada, mas nenhuma empresa se interessou em participar.

Para o reitor da Unipampa, Marco Antonio Fontoura Hansen, “a construção de uma litoteca em parceria com a CPRM significa agregar esforços comuns para o desenvolvimento da pesquisa científica mais avançada, atuando em conjunto para manter este acervo, que tem valor inestimável, e para proporcionar maior utilização pela comunidade acadêmica, algo fundamental para o desenvolvimento do conhecimento geológico do país”, afirmou.

Conforme o diretor de Geologia e Mineração da CPRM, José Leonardo Andriotti, “trata-se de duas entidades públicas federais que estão buscando solução conjunta para o armazenamento dos materiais geológicos que a CPRM possui. Na mesma cidade onde a Unipampa possui um campus com diversos cursos relacionados às geociências, a CPRM possui a maior litoteca do Brasil, que hoje funciona em um prédio alugado, portanto, esta reunião é para discutir a possibilidade uma solução conjunta para construção do novo prédio em Caçapava do Sul”.

O superintendente regional da CPRM em Porto Alegre, Aícaro Ferrari, destaca a importância da parceria entre a Unipampa e a CPRM. “Estamos estreitando os laços entre a universidade e a CPRM no Estado do Rio Grande do Sul visando viabilizar melhor direcionamento possível para o armazenamento do acervo da CPRM, tendo em vista que nosso prédio é locado e, nessa parceria, além do melhor armazenamento, darmos melhor aproveitamento do recurso público, bem como do acervo pelo uso dos universitários e instituições de ensino e pesquisa”, finalizou.


Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
asscomdf@cprm.gov.br
(61) 2108-8400
  • Imprimir

© Copyright CPRM 2016-2018. Todos os direitos reservados.