Município: Cerro Azul (PR)

(Alguns pontos estão acrescidos de outras informações que não são pertinentes ao registro fotográfico, mas que são de interesse sobre o local ou que são importantes no contexto regional da área estudada. Para diferenciá-las, as primeiras (sobre o registro fotográfico) encontram-se em negrito.)

.

42

UTM: 7265227/0650478 - MC: 51

Data: 06/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: pomares de tangerina. Uso do solo muito comum em todo o município de Cerro Azul.

 

 


 

79

UTM: 7251258/0659153 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Bombas.

Quantidade de fotos: 1

Descrição: paisagem do uso e ocupação do solo que predominam na região de Bombas. A região é muito desmatada e ocupada por pequenas propriedades rurais que utilizam o solo para pastagem e plantação de tangerinas. O relevo é montanhoso e os morros têm encostas retilíneas e côncavas e os topos estreitos e alongados. O substrato rochoso é sustentado por rochas graníticas alteradas para material saprolítico altamente suscetível aos processos erosivos e aos desmoronamentos em taludes de corte. A rocha é de granulação grossa, porfiróide, textura anisótropa e bastante fraturada, semelhante ao corpo granítico que ocorre a SW. O solum é raso ou inexistente e blocos e matacões de rochas duras ocorrem muito irregularmente distribuídos. Escorregamentos nos taludes de corte da estrada são freqüentes como também são freqüentes vários pontos de surgência d´água, indicando ser uma rocha com bom potencial armazenador.

 

 


 

80

UTM: 7252729/0663799 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Freguesia.

Quantidade de fotos: 1

Descrição: leito ativo do rio Ribeira em área muito desmatada, inclusive as margens do rio. A região é ocupada por pequenas propriedades rurais que utilizam a terra para pastagem e plantação de cítricos. O rio é encaixado, sem planície aluvial. As águas, nesse dia, estavam bastante turvas, indicando que muito material detrítico está chegando até o rio. No leito ativo ocorrem muitos blocos e matacões de rochas que fazem com que se formem bonitos trechos com grandes corredeiras. Nas encostas próximas às margens do rio observam-se cicatrizes de erosão, induzidas pelo desmatamento de áreas com declives muito acentuados.

 

 


 

81

UTM: 7255566/0664777 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Lajeado Grande.

Quantidade de fotos: 1

Descrição: afloramento no talude de corte da estrada mostrando uma seqüência metavulcanossedimentar constituída por rochas calciossilicáticas, rochas básicas e calcários. Essas rochas ocorrem parcialmente alteradas e exibem-se densamente fraturadas em várias direções. Trata-se de uma seqüência de litologias de baixa permeabilidade primária, porém, de alta permeabilidade secundária, razão pela qual observa-se em vários locais do talude de corte das estradas água minando por entre as fraturas. Neste local o solo é raso ou então inexistente.

 

 


 

82

UTM: 7257390/0662636 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 2

Descrição: leito ativo do ribeirão Lajeado Grande. Trata-se de um rio bem encaixado, sem planície aluvial, de águas correntes e contendo leito atulhado de blocos e matacões de rochas graníticas, que é a litologia que ocorre na região. A região está muito desmatada, inclusive as margens do rio. O uso do solo predominante é de pastagens e de plantações de cítricos.

 

Anterior Próxima

 


 

83

UTM: 7258552/0660029 - MC: 51

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: aspecto da rocha granítica que ocorre na forma de blocos preservados da alteração e irregularmente distribuídos na superfície dos terrenos e também imersos em solo nos taludes de corte de estrada. A rocha é de cor cinza clara, de granulação grossa, porfirítica e apresenta orientação dos minerais (foliação gnáissica). Os pórfiros ocorrem orientados e até estirados. Em alguns locais a rocha tem feições migmatíticas e ocorre um granito mais fino, de cor cinza escuro, bem como muitos veios de pegmatitos. Provavelmente trata-se do granito Três Córregos. Observa-se também que nesta região os afloramentos de rocha na forma de blocos e matacões ocorrem em menor quantidade e o solo é mais estável quando exposto em talude de corte de estrada.

 

 


 

87

UTM: 7236880/0669961- MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Estrela

Quantidade de fotos: 1

Descrição: pomares de tangerinas, uso do solo característico da região de Cerro Azul. Substrato rochoso constituído por rochas graníticas as quais afloram na região, geralmente bastante alteradas mas apresentado grau de pedogênese variando de local para local de avançado a incipiente.

 

 


 

88

UTM: 7236880/0669961 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Estrela.

Quantidade de fotos: 1

Descrição: foto tirada deste ponto para NW, mostrando pomares de tangerinas. O relevo é forte ondulado, com morros de encostas curtas e côncavas-convexas e topos estreitos e convexos. Terrenos sustentados pelo granito Cerro Azul.

 


 

89

UTM: 7236252/0670831 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Estrela

Quantidade de fotos: 1

Descrição: afloramentos de metacalcários no talude de corte da estrada. Ocorrem tanto na forma de blocos e matacões imersos em meio a solos bem desenvolvidos como na forma de afloramentos in situ parcialmente alterados. O solo é bastante argiloso, pegajoso e escorregadio quando molhado, de cor avermelhada e, embora seja bastante espesso, apresenta pedogênese bastante diferenciada razão pela qual apresentam grandes diferenciações de espessuras e de características físicas. A rocha, quando fresca é de cor cinza escuro. Quanto alteradas evidencia-se um destacado bandamento planoparalelo formado pela alternância de materiais de cores e texturas diferentes, sugerindo trata-se de uma seqüência metacarbonática de composição bastante heterogênea. Ocorrem intensamente fraturadas em várias direções e ângulos de mergulho.

 


 

90

UTM: 7231547/0676329 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 2

Descrição: metassedimentos argilosos aflorantes no talude de corte de estrada. As rochas ocorrem muito alteradas e são cortadas por muitos veios de quartzo. Apresentam bandamento planoparalelo, estão extremamente fraturadas e muito dobradas, com micro dobras. Parece tratarem-se de filitos carbonáticos, metargilitos, leucofilitos (?) e metavulcânicas. O solo é de coloração avermelhada, textura argilosa e muito parecido com o solo de rochas carbonáticas. O uso do solo é de reflorestamento de pinus.

 

Anterior Próxima

 


 

91

UTM: 7231547/0676329 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 2

Descrição: pacote rochoso constituído por filitos, metargilitos, metavulcânicas e prováveis leucofilitos, estes últimos parecem ser de origem vulcânica. As rochas ocorrem extremamente alteradas e complexamente micro dobradas. É comum a presença de veios de quartzo.

Anterior Próxima

 


 

92

UTM: 7233246/0673775 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: foto tirada deste ponto para NE, mostrando a morfologia dos terrenos onde está implantado o reflorestamento de pinus da Berneck. O relevo é montanhoso, os morros são de encostas longas e predominantemente retilíneas e convexas-côncavas, e os topos são estreitos e alongados. Os vales são encaixados, sem planície aluvial e sem água. Em alguns vales de drenagens principais a vegetação natural encontra-se preservada.

 


 

93:

UTM: 7233964/0672644 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR).

Quantidade de fotos: 1

Descrição: perfil de solo no talude de corte de estrada. Trata-se de um solo coluvionar depositado sobre solo residual. Ambos são argilosos, de cor avermelhada, e muito parecido com os solos derivados de rochas carbonáticas. O solo coluvionar é espesso, moderadamente evoluído e muito estável quando exposto no talude de corte. O horizonte superior deste solo, com 40cm de espessura, apresenta um pouco de matéria orgânica e o horizonte intermediário, variando de 40 a 60cm de espessura, apresenta alta cerosidade. O solo residual tem mais de 80cm de espessura e mostra vestígios de que é derivado de metassedimentos argilosos. Uso do solo de reflorestamento de pinus, da companhia Berneck.

 


 

94

UTM: 7233964/0672644 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: foto tirada deste ponto para NE, mostrando o relevo montanhoso, formado por morros de encostas longas e retilíneas e convexas-côncavas, com topos estreitos e alongados. Mostra cicatriz de escorregamento e dolinas.

 


 

95

UTM: 7239523/0671326 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: área de relevo fortemente ondulado com morros de encostas retilíneas. O uso do solo é de pastagens, com formação de processos erosivos causados pelo aumento da impermeabilização do solo devido ao pisoteamento contínuo pelo gado. Terrenos sustentados por rochas metacalcárias.

 


 

96

UTM: 7243357/0673584 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Barra Bonita.

Quantidade de fotos: 1

Descrição: perfil de solo exposto no talude de corte de estrada, no sopé de uma encosta côncava. Trata-se de um solo transportado, de 80cm de espessura, sobre um solo residual de aproximadamente 4m de espessura. Ambos são de cor avermelhada e de textura argilosa. Não se observa o horizonte C do solo. Estes solos apresentam permeabilidades diferentes pois observou-se que a água mina no contato entre eles. O substrato rochoso parece tratar-se de uma seqüência de metassedimentos com rochas metacalcárias. O relevo da região é montanhoso, os morros apresentam encostas curtas e retilíneas e convexas-côncavas, e topos estreitos e alongados e também curtos. Trata-se de um relevo com encostas bastante irregulares. Os rios são encaixados, apresentam águas correntes e turbulentas e sem planícies aluviais. O uso do solo é de pastagem e plantação de tangerinas.

 


 

97

UTM: 7243357/0673584 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Barra Bonita

Quantidade de fotos: 1

Descrição: leito ativo do rio Ponta Grossa, com águas limpas, correntes e turbulentas. Trata-se de um rio que se encontra em pleno processo de escavação e que é desprovido de planície aluvial.

 


 

98

UTM: 7245519/0673134 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Barra Bonita

Quantidade de fotos: 1

Descrição: afloramento de rocha granítica no corte do talude da estrada PR- 092. A rocha ocorre alterada e contém muitos planos de fraturas. A rocha é de granulação grossa, porfirítica, textura isótropa e constituída por quartzo, feldspato, hornblenda e biotita e é explorada para saibro.

 

 


 

99

UTM: 7245360/0673518 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Barra Bonita.

Quantidade de fotos: 1

Descrição: pontos de erosão em sulco na franja do aterro da estrada construída sobre rochas graníticas alteradas e altamente susceptíveis à erosão. Nesta estrada os taludes de corte apresentam alturas de até 10m. Área de reflorestamento de pinus onde o relevo é montanhoso e com alta densidade de relevo. Este uso do solo exige a abertura de muitas estradas dentro do reflorestamento que, por causa da alta densidade de drenagem e da alta declividade, são abertas fazendo-se profundos cortes no terreno e um grande número de altos aterros de profundos canais de drenagem. Esses aterros são feitos com as rochas graníticas alteradas, materiais altamente suscetíveis à erosão quando submetidos à concentração das águas pluviais.

 


 

100

UTM: 7245360/0673518 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Barra Bonita.

Quantidade de fotos: 1

Descrição: indícios de erosão no leito da estrada e solapamento da franja do aterro, construído com saprólito derivado de rocha granítica altamente susceptível à erosão. O solo varia muito de espessura e de evolução pedogenética de local para local, de raso e pouco evoluído a profundo e bem evoluído. Em alguns locais só aflora o saprólito, ou horizonte C. Os horizontes superiores são argilosos, pobres em matéria orgânica e de coloração avermelhada. Uso do solo de reflorestamento de pinus.

 

 


 

101

UTM: 7245104/0673861 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Barra Bonita.

Quantidade de fotos: 1

Descrição: relevo montanhoso, com alta densidade de relevo, formado por morros de encostas longas, côncavas, convexas-côncavas e retilíneas. Os topos são estreitos e alongados e os vales encaixados. Uso do solo de reflorestamento de pinus, com abertura de muitas estradas com taludes de corte com mais de 10m de altura. O substrato rochoso é constituído por rochas graníticas muito alteradas e altamente susceptíveis à erosão, existindo muitos e grandes focos erosivos no leito das estradas e na franja dos aterros.

 

 


 

102

UTM: 7245104/0673861 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Barra Bonita

Quantidade de fotos: 1

Descrição: perfil de solo em talude de corte de estrada mostrando um solo do tipo coluvionar, de 60 cm de espessura, recobrindo um solo residual de 2 metros de espessura e separados por uma linha de seixos. O solo transportado é de textura argilo-arenosa e de coloração marrom escura. O residual é de cor avermelhada e com fragmentos de feldspato, quartzo e ainda preserva feições da estruturação da rocha. Uso do solo de plantação de tangerina.

 

 


 

103

UTM: 7255108/0676736 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: foto tirada deste ponto para W, mostrando uma cicatriz de erosão em encosta convexa-côncava de relevo forte ondulado. Substrato rochoso constituído pelo granito Cerro Azul.

 


 

104

UTM: 7258025/0677564 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 3

Descrição: trecho do rio Ribeira com formações de corredeiras e com pequenos depósitos de aluviões formando praias. Substrato rochoso constituído por granito densamente fraturado, falhado e recortado por veios de granito fino (aplito).

Anterior Próxima

 


 

105

UTM: 7257679/0680795 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Canha

Quantidade de fotos: 2

Descrição: leito do rio Ribeira com trecho atulhado de blocos e matacões e com formações de bonitas corredeiras. Substrato rochoso constituído por granito cataclasado, muito fraturado e recortado por veios de aplito.

Anterior Próxima

 


 

106

UTM: 7256678/0681409 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Canha

Quantidade de fotos: 1

Descrição: escorregamento no talude de corte da estrada em zona coincidente com um expressivo lineamento que coloca em contato o granito com rochas xistosas alteradas e extremamente tectonizadas (falhadas e fraturadas), razão pela qual se desmorona com facilidade em taludes de corte.

 


 

121

UTM: 7228250/0693062 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: afloramento de metacalcário, aparentemente silicoso, no talude de corte da estrada. A rocha é de cor cinza variando do claro para o esverdeado. Apresenta bandamento verticalizado e intenso fraturamento, o que faz com que dela se desprendam placas com facilidade nos taludes de corte.

 


 

122

UTM: 7228250/0693062 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 2

Descrição: variação da espessura do solo e irregularidade na exposição dos afloramentos rochosos dos metacalcários. Estes ocorrem em meio a solo argiloso, bem evoluído, de cor vermelha e de espessura que varia de 1m até 15m.

Anterior Próxima

 


 

123

UTM: 7226467/0688873 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Tigre

Quantidade de fotos: 1

Descrição: perfil de solo exposto em talude de corte de estrada com 10 metros de altura onde se observam dois níveis de solos enterrados. Os solos são bem evoluídos, profundos, argilosos, pegajosos e de cor vermelho escuro. Estima-se que a espessura do solo ultrapasse a 20 metros . O substrato rochoso é formado por metacalcários dolomíticos que afloram de maneira bastante irregular. O uso do solo é de reflorestamento de bracatinga.

 


 

124

UTM: 7224020/0685847 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Boqueirão da Serra

Quantidade de fotos: 1

Descrição: paisagem rural com mata rica em araucárias e com residência antiga, construída de madeira.

 


 

125

UTM: 7228623/0687029 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: foto tirada deste ponto para N60E, mostrando ao fundo uma serra sustentada por rochas quartzíticas.

 

 


 

126

UTM: 7229746/0685642 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: afloramento no talude de corte de estrada mostrando uma seqüência muito alterada e constituída, provavelmente, por metabásicas com diferentes graus de xistificação. Ocorrem também muitos veios de quartzo e as rochas encontram-se densamente fraturadas. O solo varia de local para local de bastante espesso e bem evoluído a pouco espesso e pouco evoluído. É de textura argilosa e de cor avermelhada.

 


 

127

UTM: 7229746/0685642 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: afloramento no talude de corte da estrada constituído, provavelmente, por metabásicas xistificadas. São rochas densamente fraturadas e de alta permeabilidade secundária, razão pela qual observam-se muitos locais com água escorrendo por entre as fraturas das rochas.

 


 

128

UTM: 7232120/0681829 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 2

Descrição: afloramento de filito no leito da estrada. A rocha apresenta um destacado bandamento milimétrico formado pela alternância de bandas de um material argilo-siltoso de cores diferenciadas, alternando-se em estreitas bandas avermelhadas com estreitas bandas amareladas, o que sugere uma variação composicional, que inclui filitos carbonosos. Encontra-se densamente fraturada e o bandamento composicional se constitui em superfícies planares de alta fissilidade, o que favorece o desprendimento de placas em taludes de corte.

 

Anterior Próxima

 


 

129

UTM: 7230589/0683100 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 3

Descrição: foto tirada deste ponto para N30 – 40W mostrando um dos problemas das áreas de reflorestamento em relevo montanhoso, que é o adensamento de vias de acesso. Ao fundo, destaca-se uma crista sustentada por quartzitos. Para minimizar os declives as estradas fazem profundos cortes nos terrenos. Nestes cortes expõem-se materiais altamente suscetíveis à erosão e neles se concentra a energia das águas das chuvas, que induz ao aparecimento de profundos focos erosivos.

Anterior Próxima

 


 

130

UTM: 7227259/0691045 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: perfil de solo dos terrenos sustentados por rochas metacalcárias mostrando a diferença de permeabilidade entre o horizonte superior (mais permeável) e o inferior (menos impermeável), o que faz com que a água mine na zona de contato entre estes dois horizontes por longo tempo depois que passa uma chuva. É um indicativo que os horizontes inferiores dos solos derivados das rochas metacalcárias são muito pouco permeáveis.

 


 

131

UTM: 7227911/0692120 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 2

Descrição: a diferença de permeabilidade entre o horizonte superior do solo, mais rico em matéria orgânica, e o horizonte inferior de solos residuais de rochas metacalcárias faz com que fique minando água nos taludes de corte das estradas em que se expõe a transição entre os dois horizontes.

 

Anterior Próxima

 


 

132

UTM: 7227153/0693100 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 1

Descrição: queda de barreira no talude de corte da estrada BR-476 em área onde afloram rochas metacalcárias extremamente fraturadas.

 


 

145

UTM: 7248845/0682051 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Sítio Novo.

Quantidade de fotos: 1

Descrição: desmatamento em área de relevo montanhoso, com encostas côncavas e côncavas-convexas onde existem muitos blocos de rocha aflorantes.

 


 

146

UTM: 7249745/0681239 - MC: 51

Data: 07/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade de Sítio Novo

Quantidade de fotos: 1

Descrição: foto tirada deste ponto para W, mostrando o relevo montanhoso, com encostas retilíneas e côncavas-convexas, tanto curtas como longas e de topos curtos, estreitos e convexos. A densidade de drenagem é alta e os vales são encaixados e secos, indicando que são aqüíferos pobres. A área é ocupada por reflorestamento de pinus e pastagem.

 

 


 

316

UTM: 7265567/0689100 - MC: 51

Data: 10/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade da Mina do Rocha.

Quantidade de fotos: 1

Descrição: vista geral das pilhas de rejeito de minério a céu aberto que estão localizadas às margens do ribeirão do Rocha.

 


 

317

UTM: 7265567/0689100 - MC: 51

Data: 10/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade da Mina do Rocha.

Quantidade de fotos: 8

Descrição: vista geral das pilhas de rejeito de minério, das instalações da mina com os britadores e da entrada da galeria. Sobre as pilhas já se instalaram processos erosivos em sulco, sendo o material carreado para a drenagem local e desta para o rio Ribeira.

Anterior Próxima

 


 

318

UTM: 7265636 /0688755 - MC: 51

Data: 10/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade da Mina do Rocha.

Quantidade de fotos: 2

Descrição: foto tirada deste ponto para S com vista do vale do ribeirão do Rocha. O vale é encaixado e o relevo é montanhoso com morros de encostas retilíneas.

Anterior Próxima

 


 

319

UTM: 7264101/0688026 - MC: 51

Data: 10/2003

Município: Cerro Azul (PR), localidade da Mina do Rocha.

Quantidade de fotos: 2

Descrição: antiga mina a céu aberto de metacalcário calcítico onde será depositado o rejeito do minério da mina do Rocha. O local esta sendo preparado para isso, onde as cavas estão sendo impermeabilizadas com material argiloso da região. Depois de preenchidas com o rejeito do minério serão cobertas por material argiloso e feita a recomposição vegetal.

 

Anterior Próxima

 


 

320

UTM: 7262326/0688280 - MC: 51

Data: 10/2003

Município: Cerro Azul (PR)

Quantidade de fotos: 2

Descrição: devastação da mata original por queimada, onde ainda se encontram os troncos das árvores queimadas, indicando que a queimada foi recente. As queimadas ocorrem com freqüência nesta época do ano (outubro), quando os pecuaristas queimam o pasto para a sua rebrota. É muito comum ver a mata natural que ladeia as áreas de pastagem serem queimadas por falta de aceiros. Com essa prática as áreas de pastagens vão sendo aos poucos ampliadas e as de mata natural, erradicada. Uma fiscalização mais efetiva dos órgãos ambientais e, conseqüentemente, a aplicação da legislação vigente, bastaria para coibir essa prática.

 

Anterior Próxima