ITAIMBEZINHO E FORTALEZA - Excursão virtual aos Aparados da Serra - RS

Vulcanismo e Vulcões - Generalidades

1. INTRODUÇÃO

De acordo com Leinz (1963), “o termo vulcanismo aborda todos os processos e eventos que permitam, e provoquem, a ascensão de material magmático juvenil do interior da terra à superfície”. 

Fonte em http://www.volcano.si.edu/gvp/world/volcano.cfm?vnum=1504-01

Vulcão El Misti - Peru, característico     extrato-vulcão, composto por uma sucessão de camadas de rochas piroclásticas e lavas estruturando o cone vulcânico  

   
Magmas provenientes da câmara magmática podem se depositar de diferentes formas, dando origem aos derrames de lavas, “sill” , diques e domos (Teixeira, 2000).

Os magmas são definidos como substâncias naturais, constituídas por diferentes proporções de líquidos, cristais e gases, cuja natureza depende de suas propriedades químicas, físicas e do ambiente geológico envolvido. Atualmente, classificam-se como magmas primários quando estes representam o líquido inicial obtido imediatamente à fusão da fonte, e parentais, quando representam o líquido primário já modificado por mecanismos de diferenciação.
Historicamente, os processos responsáveis pelo vulcanismo foram atribuídos a diferentes causas; Platão (427-347 a.C) 
suspeitava da existência de uma corrente de fogo no interior da terra como fonte causadora dos vulcões. Poseidônio (século II a.C.) acreditava que o ar comprimido em cavernas subterrâneas seria a causa do fenômeno, e durante a Idade Média, relacionava-se o fogo eterno do inferno com as profundezas da crosta terrestre.

No início do século XIX ficou definitivamente estabelecido que os vulcões são formados quer pelo acúmulo externo de material juvenil,  quer pelo soerguimento das camadas pré-existentes por forças do interior da terra. A. Geike em 1897 postulava a possibilidade  da  ascensão ativa  de material magmático ao  longo da  crosta, podendo, neste processo, formar  um  conduto explosivo. Em 1902/03, houve a explosão do Mont Pelée, Martinica, formando um enorme cone vulcânico, o que confirmou a veracidade da proposta de Geike. 

Os vulcões são responsáveis pela liberação de magmas acima da superfície terrestre e funcionam como válvula de escape para magmas e gases existentes nas camadas inferiores da litosfera. Magmas primários provêm de câmaras magmáticas posicionadas a profundidades da fonte que normalmente oscilam entre os 50 a 100 km, onde ocorrem concentrações de calor, fusões e fluxo de voláteis, condições estas que levam ao aumento da pressão necessária à subida do magma através de condutos, que por sua vez levam à formação dos vulcões.

 
Voltar ao Sumário

Próxima Página

Glossário